Projeto Atreve-te a VIVER!

Imagem2

2018 trouxe mais uma edição de sucesso do projecto “Atreve-te a VIVER”.

Neste dia “especial” para as pessoas com OI, reeditámos a visita ao Zoomarine, na Guia (Albufeira) para fazer um programa de interação com os golfinhos.7f9a4e6e4043e1fcb1aecca29b0c215a

A ajuda essencial dos profissionais credenciados e os nossso voluntários permitiu-nos criar as condições para fazer uma atividade que este grupo de pessoas dificilmente conseguiria por iniciativa própria.

Para além da interação com golfinhos, preparámos também outras surpresas e não faltaram aventuras desde as visitas aos animais e aos espetáculos até às atividades na praia articicial e nos escorregas de água. Foram momentos fantásticos que ficarão guardados para sempre na nossa memória.

Foi um programa de capacitação carregado de animação, educação e partilha de experiencias entre famílias que vivem com as dificuldades de integração inerentes à patologia.

 

QUANDO:

A organização do projeto decorreu ao longo de vários meses, tendo as atividades lúdicas e educativas acontecido de 28 a 30 de Setembro.

.

ONDE:

A viagem teve inicio e fim na cidade de Lisboa, por se encontrar estrategicamente DSCN5383no centro do pais, ser local de fácil acesso a outros meios de transportes de outras zonas do pais e por um numero significativo de participantes ser deste concelho. A equipa e participantes deslocaram-se em autocarro adaptado para pessoas com  mobilidade condicionada até Albufeira, Algarve.

As atividades decorreram maioritariamente no Parque Temático Zoomarine, na Guia (Albufeira) e no Victoria Sports & Beach Hotel onde todos os participantes ficaram hospedados.

 

QUEM:

Neste projeto participaram 37 indivíduos com idades entre 7 e 78 anos. Houve, na última semana, a desistência de uma família por motivos de saúde.DSCN5557

Dos participantes destaca-se:

– 12 Famílias onde se enquadraram 12 portadores de Osteogénese Imperfeita;

Participaram pessoas de todo o País, nomeadamente dos Concelhos de Sintra, Mafra, Montijo, Almada, Vila Real, Lisboa, Loures, Santarém, Azambuja, Lousada e Paços de Ferreira;

– Voluntários: dois profissionais de saúde (sendo um médico); e dois assistentes de projeto que colaboraram na organização e apoios logísticos locais.

COMO:

– No hotel – para diminuir a inibição natural inerente ao facto de muitas famílias não se conhecerem, foram realizadas, várias atividades lúdicas que rapidamente promoveram a interação e o espirito de equipa entre todos os participantes, sobretudo os mais novos.

– No Zoomarine – com a chegada pela manhã ao parque, o grupo teve a IMG_9844possibilidade de visitar vários espetáculos educativos,  os diversos aquários e exposições existentes no local. No entanto, os momentos mais importantes estariam reservados aos programas de interação com os Golfinhos. Estes foram divididos em dois grupos. Os participantes que tivessem vontade e que cumpriam os critérios estabelecidos pela organização do parque e da APOI (idade, altura, condição clínica, entre outros) realizaram o programa Dolphins Emotions. Os participantes  cuja condição clínica não permita a permanência dentro das piscinas ou não cumprirem os critérios previamente estabelecidos, fizeram um programa educacional e de interação adaptado.

P1010109Foram momentos enternecedores onde os participantes puderam aprender mais sobre estes mamíferos aquáticos, conhece-los de perto, tocar-lhes ou dar um beijinho e guardar estas memórias em fotografia.

O Zoomarine é um parque bastante completo, que permitiu ao grupo descontrair, conversar, fazer amizades, novas memórias nos divertimentos do parque e dar mergulhos na praia artificial.

VEJA AS FOTOS AQUI:

Relatório do Projeto Atreve-te a VIVER 2018

 

APOIOS e PARCEIROS SOCIAIS:

Apesar de, ao abrigo da responsabilidade social, a organização ter conseguido uma redução de custos significativa, quer no alojamento, quer nos programas do Parque, este Projeto representou um investimento global elevado significativo.

No entanto, o apoio e empenho dos nossos patrocinadores e Parceiros Sociais permitiram realizar o programa com custo pouco significativo para a instituição e simbólico para as famílias participantes.

 

Os apoios e parceiros que contribuíram para a concretização desta atividade foram:

– Instituto Nacional de Reabilitação, IP

– EUREST

– Zoomarine

– El Corte Inglês

– Workstyle

– Cercitop

 

 

APRENDER TAMBÉM ESTAS CURIOSIDADES

____________________________________________________________________________

Projeto cofinanciado pelo programa de apoio a projetos dos INR,IP